23/07/2015 - O ANJO DA SUA PRESENÇA OS SALVOU

Em toda a angústia deles foi ele angustiado, e o Anjo da sua presença os salvou; pelo seu amor e pela sua compaixão, ele os remiu, e os tomou, e os conduziu todos os dias da antiguidade.

Isaías 63.9

A companhia do Senhor é constante e completa: sempre vem solucionar nossos problemas. Porém, como não atentamos para esse fato e, muitas vezes, não clamamos por ajuda, Ele Se angustia com as nossas angústias. No entanto, Ele gostaria de ficar alegre com o que nos faria. Somos oprimidos pela fascinação das riquezas, pelos cuidados da vida e pela ambição de outras coisas (Mt 13.22).

Deus respeita Suas regras e, por isso, ainda que alguma coisa nos cause mal, se tentarmos fazê-la, Ele não poderá nos impedir de errar. Somente nos advertirá quanto a isso. Ao primeiro sinal da presença do inimigo e de seus males, devemos clamar ao Onipotente para que nos socorra.

O Altíssimo proibiu Adão de comer o fruto proibido, mas este já se sentia poderoso a ponto de desprezá-Lo. Hoje, a mesma coisa tem acontecido. Por isso, não são poucos os que caem em pecado e se separam do Senhor. Toda advertência feita por Ele deve receber a nossa atenção, pois Ele não falaria algo que não fosse verdade. Acredite, o Inferno é um perigo real!

A frase: “Ele enviou o Anjo da Sua presença” significa que o Senhor estava presente com os filhos de Israel, na forma de mensageiro celestial, para salvá-los e levá-los a um final feliz. A Palavra usada a fim de lhe advertir de algum erro tem a presença de Deus. Portanto, observar cuidadosamente o que lhe foi falado é respeitá-Lo. Recebendo o aviso, você terá agradado a Ele.

Os israelitas da história citada foram salvos pelo amor e pela compaixão de Deus. Da mesma forma, se fosse pela nossa justiça, não conseguiríamos a operação do Alto em nosso favor. Mas, quando Ele usa esses dois atributos, não há como impedi-Lo. Toda vez que a Palavra falar ao seu coração, agarre a revelação como se abraçasse o Altíssimo.

Essa promessa hoje é mais viva e poderosa do que no dia em que foi proferida por Isaías, porque falava do nosso tempo, em que o Senhor já teria providenciado tudo para nos receber como filhos. Agora, não há impedimento para a perfeita obra ser feita em qualquer pessoa. Assuma-se em Cristo e seja vencedor.

Somos remidos, tirados do reino das trevas e conduzidos pelo poder e pela sabedoria do Todo-Poderoso, para um viver alegre, livre e perfeito em Sua presença. Não espere um dia em que Ele virá e nos livrará. Neste momento, podemos e devemos usar a nossa autoridade e dar um fim a toda operação do maligno.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares