25/01/2016 - APÓS A SEPARAÇÃO, A PROMESSA

E disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se apartou dele: Levanta, agora, os teus olhos e olha desde o lugar onde estás, para a banda do norte, e do sul, e do oriente, e do ocidente.  

Gênesis 13.14

Quando o escarnecedor é lançado fora, a contenda e demais sofrimentos desaparecem. Foi assim que a paz voltou a reinar entre Abraão e seus pastores. Não sabemos por quanto tempo o patriarca resistiu à ideia de se separar de Ló. Porém, quando sentiu que era inviável continuar, exigiu a partida do sobrinho, e ele se foi. Logo a paz voltou e, com ela, a gloriosa promessa do Senhor. Após a retirada de Ló, o Senhor fez promessas a Abraão. 

É preciso ver o que está impedindo-o de ouvir a voz de Deus. Pode ser uma amizade, uma mágoa ou um segredo escondido no coração. Se você estiver inquieto, não buscará o Pai, e Ele nada poderá fazer em seu favor. Muitas vezes, por ignorarmos os ensinamentos do Alto, deixamos de receber as preciosas bênçãos do Céu.

Abraão deveria ter uma atitude importante: olhar. Quem perde tempo computando o mal que lhe fizeram desagrada a Deus. O que passou, passou, e, se você não teve culpa, procure esquecer o desagravo. Livre-se do que o incomoda e evite cair em situação parecida. Se o fizer, voltará a sofrer. É preciso ver o que lhe é dado agora e na eternidade.

O Senhor disse a Abraão que olhasse para as bandas do norte, sul, oriente e ocidente, pois tudo o que a vista dele alcançasse lhe pertenceria. Da mesma forma, quando se libertar do incômodo, aviste a Terra da Promessa – o Evangelho –, porque Deus lhe dará tudo o que você enxergar. Enquanto a sua atenção estiver nos problemas, o Pai não poderá falar com você.

Abraão deveria percorrer a terra no seu comprimento e em sua largura, para não desperdiçar sequer um palmo do que lhe seria entregue. Assim, poderia desfrutar do que lhe era concedido. A porção que Deus lhe dá é como uma fazenda onde há de tudo: bom terreno para se plantar, cachoeiras para produzir energia, florestas (de onde você poderá tirar madeira, gados) e locais onde há pedras preciosas a serem garimpadas.

É interessante notar que, ao olhar para o oriente, ele viu toda a campina do Jordão, semelhante ao jardim do Senhor. Essa foi a terra que Ló cobiçou, não sabendo que Deus a daria a Abraão. Tanto para o norte quanto para o sul, oriente e ocidente, o Todo-Poderoso a prometera a Abraão. Se Ló tivesse permanecido com o tio, talvez Abraão o enviasse para cuidar daquele campo. No entanto, Ló não entendeu o plano divino, atrasando-o.

Após ter ouvido de Deus as promessas que eram para ele e sua semente, Abraão armou a sua tenda e habitou nos carvalhais de Manre, junto de Hebrom, e edificou um altar ao Senhor. De Ló não se ouviu que fizesse ao Altíssimo altar algum. Pobre homem!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares