03/05/2016 - O DEUS QUE ME OUVE

Eu, porém, esperarei no SENHOR; esperei no Deus da minha salvação; o meu Deus me ouvirá.

Miqueias 7.7

A Palavra de Deus nos dá várias razões para esperarmos no Senhor. Sendo o Todo-Poderoso e, ao mesmo tempo, amor e nosso Pai, se Ele não estiver nos respondendo, pode ser que haja algo ruim em nós. Assim, tão logo tiremos isso do nosso coração, a comunhão será restabelecida e veremos a mão divina operar como nos dias bíblicos. Imediatamente, a luz brilhará, e as trevas desaparecerão.

Esperar é agir, vigiando e acertando os desajustes que nos separam do Altíssimo e das Suas operações. Quem se desvia nem sempre são os malfeitores que serão desarraigados da Videira verdadeira, e sim servos que caíram por não terem se precavido. Porém, tão logo tirem o empecilho que não os deixa ser ouvidos, eles voltam à presença do Pai. Então, assumindo o lugar que eles têm no Senhor, herdarão a terra. Veja se há algo que impede o Altíssimo de abençoá-lo e livre-se desse obstáculo.

O profeta disse que aguardaria em Deus. Ora, quem procede desse modo renova as suas forças e sai vitorioso das batalhas. Além disso, sobe com asas como águias até a presença divina, corre aos bens do Senhor e os acha: o trigo, o mosto e o azeite. A seguir, descobre que não precisa descansar, mas continuar na luta. Essa pessoa caminha na fé, não se fatiga e está pronta para ir aonde Deus mandar.

Outro que esperou pacientemente no Senhor foi Davi. Esse servo foi recompensado pelo que fez, porque Deus Se inclinou para ele, tirando-o de um lago horrível, um charco de lodo (Sl 40.2). O Altíssimo ainda o colocou sobre uma rocha e firmou os seus passos. O nosso Deus é demais; no entanto, quem não O procura sofre terrivelmente nas mãos do inimigo. É bom andar com Ele.

Quem põe no Senhor a sua confiança jamais tropeça nas pedras jogadas para atrapalhá-lo. O certo é aguardarmos em Deus, que é o nosso Pai, e estarmos prontos para fazer a vontade dEle. Se deixarmos o inimigo nos prejudicar, não teremos a ajuda divina, a qual nos abrirá o entendimento e nos levará a obedecer ao Senhor. Temos uma caminhada a cumprir e, se necessário, iremos à segunda milha. Amém?

Deus prometeu ouvir todas as pessoas, desde que não haja pecados encobrindo o rosto dEle e impedindo que os Seus ouvidos as escutem. O salmista que escreveu o Salmo 119.49,50 disse que isso era a consolação dele na angústia e, no recado de Deus, ele esperaria. A Palavra que lhe foi dada o vivificou. Somos privilegiados por servir a um Deus que cuida de nós nos mínimos detalhes. Faça o que Ele o comissionou, porque nisso está a sabedoria.

Quando o Altíssimo ouve, o problema é desfeito. Foi preciso Bartimeu clamar a plenos pulmões para que Jesus parasse e o atendesse. Os dois cegos descritos em Mateus 9.27 só foram atendidos quando o Mestre entrou na casa e os curou. A mulher siro-fenícia não aceitava nenhuma explicação, pois o que lhe importava era a cura de sua filha. Deus quer ouvi-lo e socorrê-lo.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares