29/05/2016 - PARA NÃO OBEDECER À TUA VOZ

Sim, todo o Israel transgrediu a tua lei, desviando-se, para não obedecer à tua voz; por isso, a maldição, o juramento que está escrito na Lei de Moisés, servo de Deus, se derramou sobre nós; porque pecamos contra ele.  

Daniel 9.11

Israel escolheu o motivo mais fútil, o mais infeliz de todos, para não servir ao Senhor. O Altíssimo havia tirado os israelitas do Egito, da escravidão de Faraó, por isso eles deveriam amar a Deus sobre todas as coisas. Porém, como Jeová exigia santidade, preferiram Baal, o deus da imundícia. Com isso, transgrediram a Lei do Senhor e, mesmo tendo prosperado muito, viram que isso não valia a pena. Porém, quando abriram os olhos, já estavam na Babilônia como escravos de Nabucodonosor.

Israel foi levado cativo por haver pecado oculto no meio do povo, e os israelitas não queriam confessar as transgressões para não deixar de praticá-las. Da mesma forma, muita gente, hoje, vive dominada pelos espíritos malignos, amedrontada e em completa derrota. Por que, então, não se voltar para o Altíssimo, que é bom, pronto a perdoar e, sem dúvida, fará dessa pessoa alguém que nunca conhecerá o fracasso? (Sl 86.5). Por que continuar no caminho mau? Os que são de Deus têm tudo do bom e do melhor ao seu dispor.

Como se o Senhor não visse e o diabo tivesse se convertido, o povo de Judá seguiu o caminho que os revoltosos de Samaria haviam tomado, e, tal como estes, foi levado para o cativeiro. Sem dúvida, os israelitas teriam conhecido mais do Altíssimo, desfrutado de bons tempos e, por fim, viveriam tranquilos. No entanto, foram levados para a Babilônia e, lá, encontraram vergonha e sofrimento. Tudo isso lhes sobreveio porque transgrediram a Lei do Senhor.

Quem não obedece à voz de Deus se exclui da salvação e se abre para as operações do inimigo. Ainda que demore um pouco para o castigo chegar, o dia da vergonha chegará e, então, não haverá mais desculpa nem choro que o salve. Quando o inimigo recebe ordem para agir em uma vida, só Deus sabe o que ele pode fazer de ruim com essa pessoa. Portanto, jamais abandone o Senhor e a Sua justiça; caso contrário, você sofrerá demais.

A maldição é como um juramento de Deus; afinal, Ele avisou que os que se derem ao pecado não herdarão o Reino dos Céus. Então, o mais sensato a fazer é não se abrir para o diabo, pois não haverá quem consiga pará-lo quando ele puder reivindicar alguém a fim de lhe fazer mal. Fuja do erro e não fique devendo nada a Satanás, para que ele jamais tenha condições de oprimir você. Mantenha-se na presença do Altíssimo, o qual é riquíssimo em perdoar.

Não somente obedeça aos mandamentos de Moisés, como também os de todos os homens que Deus usou para escrever os livros da Bíblia. Eles foram instrumentos divinos para nos fazer entender o plano do Todo-Poderoso para a humanidade, incluindo a recompensa destinada aos que fazem o bem e o castigo que os transgressores enfrentarão. Para os que amam o Senhor, haverá tempos deliciosos, momentos de que jamais se esquecerão. Diante de tudo isso, qual será a sua decisão?

Quem peca contra o Altíssimo paga um preço caro, pois o transgressor estará em sofrimento para sempre. O pior é que o pecador jamais pensa que a condenação é eterna – nunca terminará. Volte agora, confesse seus erros e viva tudo o que Deus preparou para quem O ama.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares