16/09/2017 - RIBEIRO TRANSBORDANTE

E a sua respiração é como o ribeiro trasbordando, que chega até ao pescoço, para peneirar as nações com peneira de vaidade; e um freio de fazer errar estará nas queixadas dos povos.

Isaías 30.28

Deus não estava brincando ao falar que a vinda do Seu Filho ao mundo destruiria as obras malignas. Ele fez o necessário com o inimigo, e, agora, é a nossa vez de interromper as ações do diabo contra a humanidade. Ao pregar o Evangelho, damos seguimento ao trabalho do Senhor de arruinar as obras do mal. Porém, se nada fizermos, apesar de ter sido derrotado, Satanás continuará escravizando muitas pessoas.

O Altíssimo revelou a Isaías diferentes quadros do ministério de Jesus e comparou o Messias a um ribeiro transbordando. O ribeiro, que é um pequeno rio, enche-se além do seu limite nos dias de chuva torrencial, causando estragos em suas ribanceiras. Cristo é semelhante a esse curso de água: quando entra na batalha em nosso favor, está pronto para realizar o que for preciso para nos ajudar. O Senhor veio de longe a fim de nos resgatar.

Na história de Davi, vemos um exemplo da atuação divina por nós. Quando assumiu o posto de rei de Israel e os filisteus se ajuntaram contra ele, o filho de Jessé se levantou e os combateu. Após vencê-los, ele parecia uma máquina de guerra, como o rebentar de um açude, que leva tudo pela frente. Não há obra maligna que resista à entrada do Salvador na guerra. Ele entra quando determinamos algo em Seu Nome.

O mundo vive na peneira da vaidade. Por considerarem os prazeres do pecado mais importantes do que a vontade divina, muitos até buscam a Deus, mas sem se arrependerem genuinamente. Devido a isso, serão peneirados no crivo da vaidade que sempre amaram e apoiaram. Quem der pouco valor à Palavra será atendido na mesma medida quando pedir auxílio, pois o que usamos para medir será usado para nos medir e recompensar (Mt 7.2).

Jesus veio colocar um freio nas queixadas dos demônios. Quando os repreendemos em Nome do Senhor, paralisando suas ações, e ordenamos a saída deles, esse freio entra em ação, e eles nos obedecem. Hoje, Deus está peneirando as pessoas de acordo com a atitude delas diante das Suas orientações. Ninguém poderá se escusar alegando inocência ou falta de conhecimento, pois, toda vez que alguém prega a Palavra de Deus, o Altíssimo Se faz conhecer por meio dela. Amém?

Resumindo o que temos aprendido com Isaías nesta e em outras lições: o tempo do diabo agir em nosso mundo está chegando ao fim. Na verdade, isso já ocorreu. Portanto, não temos de nos desesperar e achar que foi feito tudo para Deus operar em favor dos necessitados. Afinal, quando alguém usa o Nome dEle e determina a saída do mal, o Ribeiro transborda, e todo o mal é levado embora. Aleluia!

Ao usarmos o Nome de Jesus com fé, o mal foge dAquele que vem de longe ardendo na Sua ira (Is 30.27). Então, aja firmado no Senhor e rejeite qualquer ação do maligno. A Deus seja a glória!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares