17/11/2017 - ELEITOS PARA APASCENTAR

De após as ovelhas pejadas o trouxe, para apascentar a Jacó, seu povo, e a Israel, sua herança.

Salmo 78.71

A eleição de Davi foi feita pelo Senhor, que o levou a ser pastor de Israel. Sua trajetória começou cedo, quando era menino. Jessé amava seus filhos, mas, por amar a Deus e crer que Ele cuidava de sua família, sentia de enviar o filho mais novo para tomar conta das suas ovelhas. Lá nos pastos, Davi tinha tempo para buscar a face do Altíssimo e aprender a fazer Sua vontade. Por isso, em uma família cheia de filhos, ele foi o escolhido para cuidar do verdadeiro rebanho.

Ao dizer que elegeu Davi, o Espírito de Deus declara que também fomos eleitos pelo Senhor para cumprir Seus propósitos. Para isso, temos de nos oferecer e nos permitir ser ensinados por Quem nos ama e quer o nosso melhor. Sem dúvida, a missão planejada por Deus é a melhor que podemos executa sobre a Terra durante a nossa existência, porque Ele nos preparou para isso. Não há como Deus ter-Se equivocado.

O detalhe na eleição de Davi é visto quando as Escrituras o chamam de servo de Deus. Esse é um dos requisitos do Altíssimo quando nos coloca em alguma posição no Seu Reino. O homem seleciona alguém seguindo princípios humanos – aparência, amizade e outros predicados que nada têm a ver com as condições divinas. Deus vê o coração, a integridade moral e o prazer em Lhe obedecer. As escolhas são segundo o que Ele tem dado à pessoa que separou.

Davi foi tirado dos apriscos das ovelhas, onde provou que podia ser o escolhido, pois faria a obra conforme seria necessário. Da mesma forma, Deus nos envia para vários trabalhos, a fim de provar se os realizaremos e de que maneira. Uns foram tirados de profissões altamente lucrativas, e outros de lugares perigosos ou imundos, sem saber que estavam sendo observados. Como o Senhor prestou atenção em Jó, Ele também olha para nós.

O que Davi fazia ao ser escolhido mostra que ele passou por muitos apriscos e, aos poucos, foi promovido até chegar a cuidar das ovelhas pejadas, daquelas que estavam em gestação. Por certo, o carinho dele por elas – as quais, naquelas condições, precisavam de um bom guia – fez com que fosse qualificado a se tornar o pastor de Israel. A exemplo desse servo do Senhor, seja bom cumpridor da tarefa dada a você. Com certeza, o Altíssimo, que vê a sua vida, irá promovê-lo.

O pastoreio de Davi sobre o povo de Deus era duplo. Ele apascentava Jacó, que era formado por quem não tinha lutado com o Senhor e prevalecido, necessitando ainda de uma mudança em sua vida, e Israel, que era o mesmo povo, mas composto por quem lutara com Deus e prevalecera. Que tipo de obra você tem feito? O obreiro do Pai usado na liderança precisa mostrar que foi aprovado.

A herança do Senhor precisa de pessoas que realmente tiveram um encontro com Ele e foram moldadas para realizar a obra sem interesse, a não ser fazer o melhor. Sem dúvida, o Pai celestial sabe eleger os mais responsáveis e dignos de aprovação ao final da carreira que lhes foi proposta.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares