14/12/2017 - SOMOS MESTRES?

Jesus respondeu e disse-lhe: Tu és mestre de Israel e não sabes isso?

João 3.10

Chega a ser vergonhosa a consideração que é dada à Palavra de Deus. Sendo a ferramenta de trabalho do servo do Senhor, muitos não dedicam tempo suficiente para estudá-la. Antes de ler as Escrituras, nem oram para que lhes seja revelada a vontade divina. Ora, isso mostra a razão de tanto fracasso em suas vidas. Sendo salvos e cheios do Santo Espírito, não se deixam ser ensinados e, então, não conseguem rechaçar os ataques do diabo.

O que seria de Israel nos dias de Davi, se ele não se fortalecesse no Altíssimo e na força do Seu poder? Sem dúvida, não era a força dele nem a sua técnica que o faziam obter vitórias, e sim as horas de consagração diante do altar de Deus. Quem não se envolver com o Senhor não estará em Jesus, nem as palavras de Cristo estarão nele. Por isso, essa pessoa será sempre derrotada pelas tentações trazidas pelo maligno. Temos de ser diferentes!

Nos dias dos juízes, milhares de midianitas marcharam contra o território dos israelitas para levar a colheita deles, e, com isso, Israel empobreceu. Isso aconteceu porque ninguém buscou o Senhor. Hoje, situação semelhante ocorre com diversas famílias que desprezam a Palavra. Elas não sabem que tal atitude dá ao inimigo condições de destruir seus membros, sem que alguém se levante para impedi-lo. No entanto, quando o povo clamou a Deus, Ele ouviu (Jz 6.1-7).

O Altíssimo enviou a resposta por um profeta que passou por todo o território dos israelitas, entregando o recado divino. O Senhor disse que lhes tinha dado a terra, porém, como não Lhe deram atenção quando Ele os advertiu a não temerem os deuses daquelas nações, o inimigo conseguiu roubar deles (Jz 6.8-10). Muitos estão afastados de Deus e, por isso, temem as ameaças dos “deuses” – demônios –, dando chance à maldição de afligi-los. Misericórdia!

De todos aqueles que ouviram o profeta, só um se encheu de fé e plantou trigo: Gideão. Quando o trigal amadureceu, ele ouviu falar que os midianitas viriam. Então, ele malhou a sua colheita para colocá-la a salvo dos invasores. Um anjo lhe apareceu e disse-lhe: O SENHOR é contigo, varão valoroso, mas ele retrucou dizendo: Ai, senhor meu, se o SENHOR é conosco, por que tudo isto nos sobreveio?. O anjo respondeu: Vai nesta tua força e livrarás a Israel da mão dos midianitas; porventura, não te enviei eu? (Jz 6.12-14).

Muitos mestres do Evangelho não sabem que Jesus é o mesmo ontem, hoje e O será para sempre (Hb 13.8). Eles nunca expulsam um demônio, não curam os enfermos nem resolvem os problemas das pessoas. Ora, o Senhor disse que nos dera o exemplo para que, assim como Ele fez, fizéssemos também. Deixe tudo o que lhe parece importante de lado e vá falar do amor de Deus, pois pessoas dominadas pelas forças das trevas precisam ser libertas.

Jamais queira ser mestre, e sim um aluno da “escola” do Santo Espírito. É melhor fazer o que Jesus mandou, ou você terá problemas na segunda vinda dEle. O amor a Deus – ter e cumprir Seus mandamentos – cobre uma multidão de pecados. Não tema, pois o Pai irá à sua frente para lhe dar a vitória. Não é tempo de discordar, mas de obedecer ao Ide de Cristo. Seja servo sempre, pois, desse modo, o Altíssimo Se agradará de você e o amará muitíssimo.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares