29/03/2018 - DESPREZARAM A PACIÊNCIA DE DEUS

E não dizem no seu coração: Temamos, agora, ao SENHOR, nosso Deus, que dá chuva, a temporã e a tardia, a seu tempo; e as semanas determinadas da sega nos conserva.

Jeremias 5.24

Mesmo com todas as provas, os perversos ainda teimam em praticar aquilo que Deus condena, por isso se tornam culpados diante dEle. Enquanto alguém está sob tentação, não tem culpa do que lhe está sendo sugerido, mas, quando aceita as ofertas do inimigo, torna-se transgressor da lei. Não haverá desculpa para ninguém no Dia do acerto de contas; afinal, o Espírito Santo nos assessora e nos ensina a resistir ao mal.

O erro de rejeitar a oferta divina é maior do que se pensa. O Altíssimo sabe o caminho para o homem escapar das armadilhas do diabo. Ao ver o plano diabólico em plena execução, o Senhor mostra a saída para a pessoa tomar a decisão certa. Mas, infelizmente, até os santos de Deus deixam de vigiar na hora da provação e, com isso, caem em transgressões. Quem vigia e ora escapa!

Temos de dizer ao nosso coração que temeremos o Senhor e rejeitaremos as artimanhas do maligno. Caso contrário, não teremos forças para resistir no dia mau. O inimigo é sagaz, mentiroso e astuto, e o que ele fala tem a finalidade de nos derrubar e nos sujeitar. Lembre-se sempre do que Deus tem feito você conhecer nas Escrituras, pois isso é o socorro em seus lábios.

Deus tem de ser respeitado e temido continuamente. Embora sejamos infiéis, Ele permanece fiel. O Senhor é o nosso Amigo em todas as horas, principalmente nas de tentação. Por ter sido tentado em tudo, Jesus pode ajudar a quem está sendo impelido a cometer um pecado. Conte com Deus e, ao sentir que está sendo tentado a praticar o erro “só aquela vez”, grite por socorro e saia correndo. O Pai celestial irá ajudá-lo!

O Altíssimo dá a revelação da Palavra no tempo certo. Desse modo, os seus frutos aparecerão. Mas Ele não para por aí! Se não tiver dado ouvidos ao Senhor antes da hora fatal, na qual você será culpado pela transgressão, Ele enviará a inspiração de última hora. Essa “chuva tardia” é prova de que Ele o ama e o quer puro. Nenhuma tentação nos faz ser impuros, porém, se nós a assumirmos, seremos responsabilizados pelos nossos atos.

Se você tem plantado boas sementes, confessado a boa Palavra de Deus e orado por mudanças, colherá os frutos por atender à vontade divina. Não aceite as ofertas do diabo, mas, de forma clara, aberta e firme, confesse ao Senhor o que tem sentido quando a tentação o cerca. Fale com Ele sobre tudo. Assim, verá que as orientações dEle lhe trarão livramento.

Tudo tem o seu tempo certo. Um dia, a tentação não o assediará. Então, sem cair no “conto” de Satanás, você sairá da provação de cabeça erguida, livre de qualquer erro, e será amplamente recompensado pelo Altíssimo por ter sido fiel. Vale a pena!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares