17/02/2019 - NADA DE VITÓRIA PELA METADE

Atravessei-os, de sorte que não se puderam levantar; caíram debaixo dos meus pés.

Salmo 18.38

O homem segundo o coração de Deus tinha em mente fazer a obra por completo. O rei Davi aprendeu a não derrotar o inimigo pela metade, pois, em pouco tempo, este poderia se reagrupar, e o combate recomeçaria como se fosse outra batalha. Davi enfrentava homens, mas nós lutamos contra os espíritos malignos que dominam a humanidade. Mais da metade dos habitantes da Terra ainda não ouviu falar de Jesus e da salvação. Vigie e ore!

Muitos deixam inacabadas suas obras e não sabem que tal atitude fará o adversário se recuperar e voltar a atacá-los. Não há como ter pena dos demônios, porque o desejo e a tarefa deles é destruir o ser humano totalmente. É chegada a hora de a Igreja andar como Cristo andou, fazendo o bem e curando os oprimidos do diabo (At 10.38). O Senhor será com quem renunciar a si mesmo e Lhe obedecer! 

Josué viu que, com o sol se pondo, a noite não lhe permitiria vencer os inimigos. Sendo assim, orou ao Senhor, o qual lhe segredou que prolongaria aquele dia por mais quase 24 horas. O guerreiro não se fez de rogado e ordenou: Sol, detém-te em Gibeão, e tu lua, no vale de Aijalom (Js 10.12b), a fim de conquistar a vitória sobre os que respiravam ódio contra seu povo. Hoje, a nossa guerra é espiritual!

A evangelização do mundo é obrigação dos servos de Deus. Entretanto, em muitos países, os obreiros se retiraram, deixando o povo desamparado. Cadê a Igreja que ocupa seu lugar em Cristo para orar e mudar o coração das autoridades avessas ao Evangelho e dar a liberdade àquelas terras? Estamos ocupados com banalidades, deixando os negócios do Reino celeste para outros fazerem? A seara por lá não está branca? (Jo 4.35) A oração da fé resolve!

Temos de cumprir o Ide de Jesus, combatendo os demônios que dominam as nações, e levar os cativos à liberdade, à Palavra de Deus. Enquanto não despertamos para isso, os emissários do mal viajam por todas as partes, influenciando os governantes a frearem o avanço da obra do Senhor. O que estamos fazendo enquanto eles trabalham? A nossa luta não é contra carne e sangue (Ef 6.12a)!

Nas nações onde o Evangelho já foi maioria, hoje se criam direitos absurdos. Vários países considerados democratas pregam os direitos humanos, fechando-se ao verdadeiro direito, com o cerceamento das igrejas e da pregação do Evangelho. Os representantes desses lugares teriam medo de que seu povo conhecesse a Verdade? Sim, porque ela liberta (Jo 8.32). Estes não se importam se as pessoas têm o que comer ou onde morar, porque, afinal, elas são massa de manobra para eles!

Há mais de dois mil anos, Jesus fez Satanás cair diante dos Seus pés e levou cativo o cativeiro (Ef 4.8), despindo a serpente do poder roubado do homem. Podemos fazer a obra do Pai, porém a fascinação das riquezas, os cuidados da vida e a ambição por outros assuntos têm-nos impedido de servir ao Deus vivo, pregando pelo mundo a Boa Notícia! Piedade!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares