25/09/2019 - A DOR DO PROFETA JEREMIAS

Eu, porém, disse: Deveras, estes são uns pobres; são loucos, pois não sabem o caminho do SENHOR, o juízo do seu Deus.

Jeremias 5.4

A dor do profeta Jeremias em relação à situação espiritual de seu povo é a mesma que invade o interior de quem conhece a Palavra de Deus hoje. Na verdade, o mesmo pecado domina o povo. Muitos não se interessam em saber a saída, nem se dão ao trabalho de buscar o Senhor. É necessário pregar a Palavra, a qual é como um martelo que esmiúça a rocha dos corações.

Não há outra definição para essas pessoas, além de reconhecer que elas são pobres e, por isso, quando as suas vidas terminarem por aqui, serão enviadas ao tormento eterno. Somente o Espírito Santo pode despertá-las para a realidade eterna, convencendo-as do pecado no qual vivem, do juízo e da justiça divina que poderiam usar para viverem bem e serem libertas dos males.

A loucura toma conta do pecador. Diante de seus olhos, ele só enxerga prata, ouro e demais valores, que não garantirão a entrada dele no Reino dos Céus. Por que encher a casa de condecorações, se ele não tem a certeza de que seus pecados foram perdoados? Ora, o Espírito Santo não está nele. As coisas do mundo ficarão aqui, mas o diploma da vida eterna é permanente.

O espírito da loucura procura habitar em qualquer ser humano, pobre ou rico, culto ou inculto, fazendo-o agir maldosamente. O diabo quer destruir os homens, levando aqueles que ainda não são salvos para seu reino. Porém, quanto aos salvos, ele continua na sua desesperada tentativa de tirá-los da presença de Deus.

Quem não conhece o caminho do Senhor não se importa com seus atos nem com o que enfrentará durante a eternidade, pois lhe falta temor a Deus. Isso o impede de sair do âmbito do mal, porque ele coloca as ações no mesmo nível. Porém, quando estiver no suplício eterno, gritará para sempre, ao ser atormentado com o ranger de dentes e o choro interminável. Seja sábio e volte agora para o Pai!

O juízo divino será sem misericórdia, por isso aproveite esta oportunidade, aceitando Jesus, que comprou a sua salvação. Largue este mundo imundo! Ele irá perdoá-lo e ainda salvará toda a sua casa (At 16.31). Você não quer se perder, nem deseja que a sua família se perca também, certo? Então, converta-se e deixe o pecado!

Deus é bom e quer vê-lo triunfando. Ele o receberá como filho amado, perdoando-lhe e santificando-o por inteiro. A seguir, as suas orações serão ouvidas, e o poder divino estará ao seu lado para protegê-lo. Seja uma pessoa de bem. Fale com o Senhor neste momento!  

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares