ongrace.com

> Mensagem de Hoje ...

14/08/2022 - NOSSO GLORIOSO RESGATE

  • Envie por Email
  • Imprimir



Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais. 1 Pedro 1.18

A tradição religiosa pode parecer bonita de ser apreciada, mas é uma armadilha que retrata a mentira como algo bom, a qual não tem lugar no Novo Testamento. Ao começar Seu ministério, Jesus não procurou remendar o judaísmo. Ele disse que remendo de pano novo não se põe em veste velha, e vinho novo só se coloca em odres novos (Mt 9.16,17). Cristo ensinou que, na Nova Aliança, tudo é novo, feito para pessoas que nascem da água e do Espírito (Jo 3.5).

Essa experiência nos dá a capacidade de entender a obra divina, mas, se isso não acontece, não podemos ouvir o Senhor nem ver o que Ele realiza em nossos dias. Moisés declarou: Porém não vos tem dado o SENHOR um coração para entender, nem olhos para ver, nem ouvidos para ouvir, até ao dia de hoje (Dt 29.4). Isso é bênção para depois do novo nascimento – arrependimento, batismo nas águas e no Espírito Santo.

O preço pago para a nossa volta a Deus foi alto demais. Nenhuma moeda foi usada para quitá-lo, e sim o sangue puro de Jesus. Fomos comprados com a vida dEle! Ele recebeu os nossos pecados e, quando isso ocorreu, foi separado do Pai. Sozinho, despiu o diabo e os príncipes das trevas do poder e da autoridade que haviam roubado de Adão, com a qual nos oprimiam (Cl 2.14,15 – versão ARA). Agora, somos livres!

Pedro fala da vã maneira de viver de quem ainda não participa da fé em Cristo. Essa pessoa trabalha para amealhar riquezas e praticar pecados, sem perceber que chegará o Dia do Juízo Final. E que contas ela dará quanto ao uso de tantos recursos obtidos? A humanidade está em uma louca corrida para enriquecer, porém o mais importante é preparar-se para a eternidade da qual nem se dá conta.

Tudo o que ocorre no mundo perdido é tradição passada de pai para filho e, de ambas as partes, não há sequer preocupação em inquirir acerca do que fará após a morte. Isso é muito sério, pois se refere ao local onde estaremos para sempre. As Escrituras falam do Céu e do tormento eterno, mas é evidente que ninguém espera ir para esse lugar de choro e ranger de dentes e de fogo e enxofre (Mt 13.42.43). Isso é algo a se pensar antes mesmo de se sentar à mesa para as refeições, por exemplo.

A vida do homem é tão importante, que Jesus veio ao mundo, deixando a Sua glória para Se juntar a nós. Ele desceu ao mais baixo nível, a fim de nos libertar do prejuízo eterno, consequência da queda do homem. Ora, deixar de anunciar essa verdade é errar de modo terrível e prejudicial a bilhões de pessoas. Essa má atitude será cobrada daqueles que dão atenção às coisas do mundo, em vez de priorizar o Senhor!

Ainda que alguém juntasse todo o ouro do mundo, nada seria em comparação ao valor da alma de uma pessoa. Quem vive longe de Deus, mas conhece a Verdade, não sabe que o seu prejuízo será maior do que imagina. O Senhor é justo e poderoso para nos ajudar!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor do nosso Resgate! Tu demonstraste o Teu amor incondicional, enviando ao mundo o Teu Filho para tomar o nosso lugar. Não encontramos palavras para Te agradecer por tal sacrifício. A Tua alegria em nos substituir nos constrange e anima!

Precisamos entender como agir em obediência a Ti, em cumprimento às Tuas ordens. O que recebemos de Ti na morte do Teu Filho é mais do que podíamos ter, por isso ajuda-nos a cumprir a nossa missão com os Teus dons!

Não queremos viver a tradição que aprisiona, e sim desfrutar da lei da liberdade, o Evangelho dos Céus. Usa-nos para dar aos perdidos a oportunidade de mudarem de vida e serem verdadeiramente transformados, livres da condenação!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Gostaria de saber o nome do ladrão que blasfemou contra JESUS, o nome de um consta na Biblía que é Dimas, mais o nome do outro não encontrei em nenhuma passagem da Biblía,...

A Bíblia Sagrada NÃO registra nem o nome do mau ladrão (o que insistiu em blasfemar contra o Senhor Jesus) nem o do "bom" ladrão, que a Tradição chama de Dimas. O que...

»VEJA MAIS