Mandado do Senhor

Foto: Aaron Burden

2024-02-09 03:00:00

Tudo isso, disse Davi, por escrito me deram a entender por mandado do Senhor, a saber, todas as obras deste risco.

1 Crônicas 28.19

Davi era um homem de oração, que sabia ficar aos pés do Senhor até ouvir dEle a direção a seguir nas guerras e fora delas. Os servos do Altíssimo devem ter a capacidade de agir em todas as frentes. Sem dúvida, quem está na dependência de Deus há de ser guiado a proceder conforme os Céus planejaram. Isso é benéfico para quem serve ao Senhor com fidelidade e poder. Nós partiremos deste mundo, mas a obra tem de continuar!

O rei recebeu o risco – a planta – para a construção da casa de Deus. Aquilo que foi projetado deveria ser seguido. Isso também ocorreu com Moisés, a quem o Altíssimo deu a missão de levantar o tabernáculo no deserto, dizendo-lhe: Atenta, pois, que o faças conforme o seu modelo, que te foi mostrado no monte (Êx 25.40). Que ordem! Ele tinha de seguir a orientação dada.

Nós, que pregamos o Evangelho e fomos chamados para liderar a obra de Deus, devemos nos ater ao que aprendemos no calor das ministrações. Hoje, não são templos que precisam ser edificados, e sim vidas transformadas, para que o trabalho do Senhor continue. Deus sabe por que nos chamou para iniciar a obra, à qual deve se assemelhar com a que Jesus executou enquanto esteve na Terra (1 Jo 2.6). Jamais podemos nos afastar dos desígnios de Deus, e sim realizá-los!

O plano escrito em nosso coração e confirmado por orações, jejuns e muita luta não pode nem deve ser modificado. Afinal, Deus nos chamou para seguir com essa bendita obra, a qual se arrastará pelos séculos até a volta de Cristo. Se, algum dia, for preciso algum reajuste, o Todo-Poderoso nos dirá, e não algum fraco na fé e no ministério, que tenta nos convencer a fazer como ele acha. Moisés tinha de atentar para o que viu. Desse modo, nada sairia diferente.

O modo de atuar de cada ministério sadio, que faz a vontade do Altíssimo, é único. Por isso, não pode ser imposto a nenhum outro ministério. Assim como na Jerusalém do passado havia 12 portas, na de hoje também é preciso haver portas preparadas por Deus para os perdidos entrarem. Alguns acham que todos devem pregar igual em suas igrejas, mas, então, por que há tantas portas? Que o Senhor nos ajude a entender isso!

O filho de Jessé recebeu o risco e pediu aos peritos em construção que examinassem o local e fizessem as correções necessárias. O rei não somente era um guerreiro invencível, como também um obreiro capaz de enxergar os mínimos detalhes. É bom quando as igrejas fazem o que lhes foi ordenado, e todos podem servir a Deus em paz. Há pessoas que ninguém ganhará para Cristo; outras, eu igualmente não ganharei. O Senhor sabe!

Mesmo com todos os preparativos, Davi passou a planta do templo para Salomão, o filho escolhido pelo Senhor para reinar no lugar do pai. A hora da partida de Davi se aproximava, e ele estava pronto para encontrar o Senhor (1 Rs 2). A nossa vez chegará um dia, por isso precisamos estar no preparo divino, fazendo a vontade do Pai com o coração alegre. Cuide-se para ir ao Lar eterno!


Em Cristo, com amor,


R. R. Soares

Oração de Hoje

Senhor do risco perfeito! Temos de agir como Moisés: fazer igual ao modelo que lhe foi mostrado. Pai, que a Tua sabedoria nos assista sempre. Desse modo, realizaremos a obra como Jesus nos ensinou. Livra-nos das tentações e dos erros!

Davi entendeu que a planta do templo chegou às mãos dele por Tua vontade. Queremos cumprir o projeto que desenhaste para nós, concluindo-o como planejaste. Olha para nós e instrui-nos em tudo!

O rei de Israel tinha certeza de que a Tua vontade seria realizada e se esmerou para fazer o melhor, reunindo milhares de pessoas para Te servir. Assim como vencia as guerras com a Tua ajuda, ele sabia que Salomão construiria o Teu templo com o Teu amor!