O erro do semeador

Foto: Marc Kleen

2024-03-30 03:00:00

Quem observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará.

Eclesiastes 11.4

Existem alguns meios de semear o campo, e um deles é a semeadura a lanço, feita a favor do vento, quando este agita os grãos lançados, espalhando-os até caírem no chão. Agora, sem vento, o agricultor não faz bem o seu trabalho, porque as sementes não irão muito longe. Porém, se ele quiser mesmo semear, ele abrirá covas e plantará, sem se importar se há vento ou não.

O preguiçoso deixa o diabo usá-lo o tempo todo, não importando o quanto suas atitudes o prejudicam. Para quem não gosta de trabalhar, sempre haverá uma desculpa para sua inércia. Isso ocorre com os salvos que ainda não entendem o valor de plantar as revelações da Palavra nos corações que desconhecem o amor divino. Deixar de evangelizar os perdidos é um ato de revolta contra o plano de Deus, e quem faz isso se insurge contra o Senhor.

As Escrituras falam sobre a vinda de Jesus ao mundo: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo 3.16). Deus é Doador responsável, pois deu o Seu único Filho para vir ao mundo e nos resgatar da perdição. Ele deu o exemplo para entendermos o quanto custou a nossa redenção. Quem não recebe Jesus erra em tudo (Jo 3.36).

A vinda de Cristo ao mundo era o único meio de nos salvar da perdição e da consequente dor que sofreríamos pela eternidade (Hb 2.1-4). No ato do Pai de nos dar Jesus para morrer em nosso lugar, vemos o quanto o assunto da salvação é sério. O cristão que deixa de compartilhar com alguém sobre a obra feita na cruz, sem saber, faz a vontade do rei do mal, ignorando esse assunto. Faça a sua parte como ato de justiça!

Depois que a semente nasce, cresce e produz frutos, muitas pessoas reparam as nuvens e nada fazem, deixando o grão se perder. Ora, o que dizer de um agricultor que investiu dinheiro nas suas terras, preparando-as para o plantio, e, após semear, não trata a plantação com o devido cuidado, abandonando-a? Quando chega a hora de recolher a produção, esse homem não o faz. Por certo, ele é insensato!

O bom cristão investe na vida de seus familiares, amigos e de gente que ele nem conhece. Ele dá o seu suor para a igreja evangelizar, investindo os recursos recebidos dos membros da congregação. Ele ora para que os perdidos sejam iluminados na luz da Palavra. O fiel não fica olhando para o nada, inventando práticas contrárias à Palavra que prejudicam as pessoas. Todos nós seremos responsabilizados se não agirmos corretamente, obedecendo a Deus (2 Co 5.10).

Seja você quem for, arregace as mangas e se junte a nós, falando de Cristo noite e dia de todo o seu coração. Jesus falou acerca do preço de uma alma perdida, explicando que a redenção da sua alma é caríssima, e seus recursos se esgotariam antes (Sl 49.8). Você não sabe quanto receberá do Senhor por ter ajudado na salvação de um perdido. Faça a sua parte!


Em Cristo, com amor,


R. R. Soares

Oração de Hoje

Senhor da salvação! O Teu exemplo é muito forte, pois não poupaste o Teu Unigênito Filho, dando-O para morrer em nosso lugar. Esse ato de “loucura” nos impressiona! Olhando para tal gesto de amor, não podemos deixar de evangelizar!

Jamais reparemos o vento, e sim lancemos a semente do modo que for possível, para dar aos perdidos a chance de escaparem das chamas eternas e inextinguíveis. Cubramos essas pessoas com as nossas orações. Esse assunto merece a nossa atenção e participação!

Que não retenhamos a nossa mão nem a nossa fé! Estamos falando do futuro eterno que os perdidos podem ter no Céu. De outro modo, continuarão caminhando rumo aos piores sofrimentos que nunca acabarão. Ensina-nos a dar o valor exato para o resgate deles!